A população negra representa 54% da população brasileira e um mercado consumidor de mais de 1,6 trilhão de reais, ficando na 17ª posição mundial nesse quesito e no G20 do consumo global.

Entretanto, de acordo com um estudo feito pelo Instituto Locomotiva, apenas 3% das marcas têm uma comunicação e desenvolvimento de produtos voltados para a população negra. Como consequência, apenas 6% dos negros se sentem adequadamente representados pelas propagandas de TV e, para 72% dos negros, as pessoas que aparecem nas propagandas costumam ser muito diferentes deles.

Se o cenário fosse diferente, os resultados das organizações teriam um enorme potencial de melhoria, já que: 61% dos negros declaram que comprariam produtos de marcas que os contemplassem em sua comunicação e 85% das pessoas preferem marcas que promovam e apoiem iniciativas em prol de uma maior diversidade (ver imagem a abaixo).

A partir deste contexto, a ESPM RJ (escola de negócios referência nas áreas de Marketing, Publicidade, Criatividade e Inovação) criou um curso chamado “Me Representa! Marcas e Representatividade” em parceria com Revista Raça. Pela primeira vez, o corpo docente foi composto por 100% de profissionais e acadêmicos negros, potencializando o debate sobre as influências africanas na cultura brasileira e sua importância para os negócios da publicidade e propaganda.

“Estamos em um momento de forte discussão sobre as questões raciais no Brasil e uma parceria entre duas instituições tradicionais, Raça e ESPM, promovendo uma ação antirracismo, só ajuda a fortalecer ainda mais o espírito de mudança”, citou Maurício Pestana, diretor da Revista Raça.

Entre os alunos estava a fundadora da Blend Edu, Thalita Gelenske, que colaborou com todos os alunos para construir o “Tutoriafro”, um material que traz rápidas recomendações para que a publicidade reconheça, atenda e respeite o público negro (ver imagem abaixo):

#Tutoriafro: tutorial da representatividade negra para as marcas (criado por alunos e professores da ESPM)

O material foi publicado na edição de agosto da Revista Raça e reune 9 dicas e comentários para pautar a reflexão acerca do tema:

  1. Lembre que marca que não é vista não é lembrada. E, público que não se vê, também não faz questão de lembrar da sua marca.

  2. Entenda que negro não é exótico. Negro é lindo.

  3. Pense que, para deixar uma mensagem mais clara, talvez seja melhor deixar mais escura.

  4. Aceite que fica mais difícil pensar diferente quando todo mundo da sua equipe é igual.

  5. Assuma que, se a sua marca é feita para mais da metade da população, a sua marca também é negra.

  6. Inclua mais negros. Inclua mais negros nas suas campanhas. Inclua mais negros na sua equipe. Inclua mais negros, inclusive, na sua vida.

  7. Faça o exercício do pescoço. Vira a cabeça para um lado. Vire para o outro. Achou algum negro fazendo o mesmo trabalho que você?

  8. Saiba que a população negra já gasta uma nota preta e só é protagonista em 24% dos comerciais. Imagina se ela se reconhecesse mais.

  9. Tenha orgulho de conversar abertamente sobre racismo e representatividade. Com assuntos assim, tem que ser preto no branco.
    #Tutoriafro : Anúncio criado pelos alunos, professores e amigos do curso “Me representa! – Marcas e representatividade da ESPM Rio”

E a sua empresa? Como ela tem trabalhado a comunicação interna e externa para garantir representatividade e a diversidade? As pessoas da área de comunicação são diversas e tem um mindset inclusivo?

Apesar das ações ainda serem tímidas e isoladas, várias marcas já estão e buscando mudança. Entre elas, podemos citar a J.Walter Thompson, que lançou o Programa 20/20, que tem como objetivo ter pelo menos 20% de seus cargos estratégicos ocupados por negros até 2020 (atualmente são 8%).

Caso a sua empresa queira sensibilizar líderes e colaboradores sobre a importância da diversidade e seus impactos nos resultados, conte com a Blend Edu. Entre em contato com a nossa equipe pelo site e peça a sua proposta.

**********************************************************************************************************************

Ficha Técnica: Título: Tutoriafro

Clientes: ESPM-Rio e Revista Raça

Criação: Adriane Raiol, Ariana Lima, Caroline Santanna, Ebla Marcondes, Elisa Paula Cardoso, Fábio Maia, Felipe Silva, Gilmar Padrão Júnior, Isabela Barreto, Isabella Passos, Jana Guinond, Janaina Nolasco Gama, Jeferson Martins, Judson Nascimento, Juliana Cavassin, Katiucha Watuze, Leandro Werneck, Luciana Cruz, Luiz Cavalheiros, Maria Amália Cursino, Mariana Paula Barbosa Brito, Mariflor Rocha, Nathalia Basil Gomes Da Silva, Pedro Cruz, Pedro Henrique Muniz De Rezende, Raquel Brandão Santana, Rejane Freitas, Renata Westminster Shaw, Tayana Gomes Lucena, Thalita Gelenske Cunha, Vitoria Silva Camargo, Zuleica Delfim

Fotografia: nappy.co

Veiculação: Agosto 2018